terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Sem veneno, apenas amor e compostagem!



"A cada dia a gente vê crescer o movimento de hortas urbanas por esse “mundão” afora. Mais legal do que ver esse movimento crescer é ver amigos aderindo a esse movimento e ainda melhor é os ver colhendo os resultados!
Hoje, a gente mostra aqui, a experiência de horta urbana do João Carlos Scalzo (Pinho).

Ele é gastrônomo, e também por isso, sabe a importância de ter na mesa um alimento de qualidade e fresco. Foi daí que surgiu a vontade de começar a plantar, ele começou no apartamento, plantando temperinhos em pequenos vasos, e depois passou a plantar no “quintal” de seu escritório, e hoje está colhendo o que plantou!

Você também pode, custa pouco e os ganhos são muitos! Se ganha saúde por saber de onde vem o produto que está consumindo. Se ganha satisfação de poder consumir algo que você mesmo plantou. Se ganha horas de relaxamento, porque não há nada melhor do que mexer na terra pra pensar na vida e desestressar. Quem nunca fez, não sabe o que está perdendo. Então olhe as fotos da produção do João,  se inspire e mãos a obra."






2 comentários:

Outro corpo em movimento disse...

Olá. Sou nova em Curitiba. Tenho me interssado mto por permacultura e gostaria de conhecer mais, participar de algum grupo, sabem de alguma coisa?

Camila Gomes Victorino disse...

Olá Rafaella e Martin!
Tudo bem?
Gostei muito do seu blog, pois tem várias informações sobre ecologia. Eu sou bióloga e me preocupo muito com o planeta. Tenho um blog também e gostaria de divulgá-lo para você! Ele ainda é bem novinho e é por isso que faço divulgação para outros blogueiros que parecem pensar como eu! Se puder visitar e até seguir, caso goste, eu ficaria bem feliz! Minha ideia é espalhar o conhecimento para o maior número de pessoas!
Minha preocupação, ao fazer o blog, foi de dar dicas para as pessoas poderem fazer algo pelo mundo, nem que seja algo simples. Assim, eu dou dicas de ecologia, livros, filmes, reflexões etc.
Também tenho um projeto que se chama “História ao contrário”, que visa contar a história das ciências, filosofia, música etc, do ponto de vista de muitas mulheres que foram apagadas da história.
Minha página no Facebook:
https://www.facebook.com/PensandoAoContrario
O link do blog segue abaixo.
http://pensandoaocontrario.blogspot.com.br/
Bem, peço desculpas se este comentário incomodou de alguma maneira!
Muito obrigada e um ótimo dia para vocês!
Abs, Camila.