sábado, 23 de outubro de 2010

Minhocasa

Os "detritos" de uma casa são frequentemente vistos como problemas de descarte, e não como recursos. Pensando nisso, foi criada uma incrível tecnologia para decompor restos de comida que, são oferecidos como alimento para as minhocas.
Essa técnica, chamada de minhocasa, é uma alternativa para reduzir a quantidade de lixo orgânico gerado constantemente por nós seres humanos.



A minhocasa é muito simples de fazer. Com uma estrutura de três caixas, onde uma serve de minhocário, a outra serve de composteira e uma terceira serve de coletor de chorume. Sua vantagem é a possibilidade de criar minhocas para produção de húmus e fazer a compostagem em locais pequenos como apartamentos. A compostagem é uma prática que transforma o lixo orgânico em adubo.
O chorume pode ser borrifado em cultivos vitimados por insetos ou diluído na água do regador e se tornar um fertilizantes líquido.
(Fonte: Agricultura urbana na prática)

5 comentários:

Marina disse...

Olá,
Há muito tempo ando pensando em ter uma minhocasa pois ainda faço a compostagem em um vaso grande.

Aquelas caixas plásticas utilizadas como organizador servem?

Devo fazer buracos de que tamanho nas caixas para que as minhocas possam transitar sem problemas.

Obrigada

Marina

Martin disse...

Oi Marina,
Que legal sua percepção ecológica.
Respondendo sua pergunta:
Você pode utilizar, sem problema algum, essas caixas que tens. Principalmente porque estará reutilizando-as. O importante então, é que elas se encaixem uma na outra para não haver risco de cair ou ocorrer algum acidente. A primeira caixa, que fica embaixo, deve ter um coletor de chorume onde você irá colocar uma torneira adaptada a caixa.
A segunda caixa, que fica ao no meio, é onde fica concentrado o composto bom para adubar o solo, são os resíduos que a minhoquinhas produzem. No seu caso está caixa deve conter na parte inferior furos pequenos de aprox. 1cm para que possa filtrar o chorume gerado nas caixas superiores. Os furos você poderá fazer com uma faca que é aquecida no fogo e perfura bem o plástico. Sobre ela é posto uma tela que precisa suportar o peso do composto da terceira caixa e que possa filtrar os resíduos das minhocas.
E a última caixa, que é aonde ficam as minhocas felizes comendo os resíduos orgânicos, estará encaixada do lado inverso sobre a tela, pois assim você poderá fazer um corte quadrado da parte que é fechada, tendo sua função de coletar os resíduos e pode ter uma tampa. Mas atenção, se você perceber um cheiro forte é porque alguma coisa está errada no processo da compostagem. Possívelmente a proporção de Nitrogênio e Carbono.
Não tem muito segredo. Normalmente o que precisa é de um pouco de criatividade e tesão para fazer.
Tire algumas fotos em sequencia, na medida que for construindo a minhocasa e depois nos mande para que possamos compartilhar sua experiência no blog.

Espero ter ajudado, qualquer dúvida só falar.

La Gente Buena disse...

Olá pessoal, aqui é a Deise de Curitiba, moro numa casa onde ano retrasado rolou um evento, os Sonhadores Veranistas. O Martin e a Rafa apresentaram uma oficina interessantissima de horta em espiral (que inclusive esta bombando, vcs tem que vir visita-la!) Estou trabalhando em um congresso de cultura e educação pela integração da américa latina, organizado pela CASLA (www.casla.com.br), o congresso se chama IIICEPIAL (www.cepial.org.br) e gostaria de saber se vocês tem interesse em apresentar algum material ou pesquisa sobre Permacultura, dependendo do tempo e disponibilidade que vcs tiverem podemos nos encontrar para conversar e ver o que fica mais viavel apresentar... é que vao ser discutidas nas mesas redondas estratégias de sustentabilidade, pratica de não violência, historia e política da américa latina, então penso que a Permacultura poderia entrar com alguma prática ou atividade lúdica, discutindo temas sérios como alimentação envolvendo arte-educação e jardinagem quem sabe.. podemos viabilizar certificados, divulgação, material, tambem haverao temas de economia solidária. gostaria que sugerissem algumas idéias para nós. qualquer coisa podem responder no email deisaa@gmail.com ou passar o numero de vcs que ligo para trocarmos umas idéias. beijos, deise campos

Ana lyma D disse...

Olá Martins Bom dia,

Me interessei na ideia que apresentou a Mariana, porem fiquei com algumas duvidas:

Quantas minhocas vão em uma caixa de tamanho de 10 LT?
Posso colocar minhocas californianas ou minhocuçu?se sim qual a proporção dessas minhocas para a caixa de 10 LT?
Se eu fazer com mais de 3 caixas...Coloco as minhocas sempre na primeira caixa superior e elas vão descendo, ou coloco na primeira de baixo e elas vão subindo?
A tela vai somente na segunda caixa correto?
Quanto tempo posso retirar a caixa para utilizar o material da caixa?

Abraço e desde já obrigado?

att.

Martin Ewert disse...

Olá Ana,
Puxa, não faço ideia de quantas minhocas vão em um caixa de dez litro, sei que são muitas...
Eu daria preferência as minhocas nativas, mas sei que normalmente se usa as minhocas californianas nos minhocários. Nunca tentei com minhocuçu, então a sugestão é experimentar, se tu tem ela, usa e observa.
São três caixas que vai usar, na primeira (a de cima), vão as sobras de alimento, a segunda caixa (a do meio)é aonde vai ficar o húmus produzido pelas minhocas, então as minhocas sobem para a primeira caixa, se alimentam e voltam para a segunda caixa.
Nesse caso a tela vai na segunda caixa, mas depende como irá construir a sua minhocasa, pode ser que precisa de uma outra tela com furos muito pequenos, entre a caixa de baixo e a do meio.
O tempo pode variar um pouco, mas em torno de 50 dias pode retirar o húmus para usar no jardim.
Espero ter ajudado, abs. Martin